Quinta, 18 de Julho de 2019
FATALIDADE
Acidente envolvendo dois jovens deixa um morto e outro ferido, em Rio Real
Imagem: Reprodução
Publicado em 30/01/2019

As duas vítimas, que foram identificados pelas iniciais do nome W. F., sendo este indo a óbito, e o outro com a inicial G, ambos menores de idade, se envolveram em um grave acidente na tarde desta última terça-feira (29), por volta das 15h00, em uma localidade conhecida como ladeira do raposo, às margens do Loreto, distrito de Rio Real-Ba.

De acordo com informações recebidas por nossa redação, as vítimas vinha conduzindo uma motocicleta modelo Honda CG cor preta, onde o condutor W. F. vinha conduzindo o veículo acompanhado com o seu amigo G., onde em alta velocidade o condutor perdeu o controle do veículo, sendo assim arremessados para um riacho que fica ao lado da ladeira do raposo. Ainda conforme as informações, o jovem W.F recebeu uma pancada forte na cabeça e foi a óbito no local, já a vítima G teve ferimentos graves e até o momento não foi divulga o boletim médico deste.

A equipe da Samu chegou até o local para fazer o pronto socorro, que se prontificaram no mesmo instante para levar o jovem G. para o Hospital Dantas Bião, em Alagoinhas-Ba.

Vale ressaltar que os nomes e nem fotos dos jovens foram divulgados por questão judicial.

Artigo 247 da Lei nº 8.069 de 13 de Julho de 1990

Artigo 247 da Lei nº 8.069 de 13 de Julho de 1990
Art. 247. Divulgar, total ou parcialmente, sem autorização devida, por qualquer meio de comunicação, nome, ato ou documento de procedimento policial, administrativo ou judicial relativo a criança ou adolescente a que se atribua ato infracional:
Pena - multa de três a vinte salários de referência, aplicando-se o dobro em caso de reincidência.
§ 1º Incorre na mesma pena quem exibe, total ou parcialmente, fotografia de criança ou adolescente envolvido em ato infracional, ou qualquer ilustração que lhe diga respeito ou se refira a atos que lhe sejam atribuídos, de forma a permitir sua identificação, direta ou indiretamente.
§ 2º Se o fato for praticado por órgão de imprensa ou emissora de rádio ou televisão, além da pena prevista neste artigo, a autoridade judiciária poderá determinar a apreensão da publicação ou a suspensão da programação da emissora até por dois dias, bem como da publicação do periódico até por dois números.
(Expressão declara inconstitucional pela ADIN 869-2).

Por: Rio Real News
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados - 1 usuários online - Páginas visitadas hoje: 0