Quinta, 18 de Julho de 2019
JUSTIÇA
Velejadores baianos presos com uma tonelada de cocaína em barco são soltos da prisão
Imagem: Reprodução
Publicado em 07/02/2019

Os velejadores baianos que estavam presos em Cabo Verde, na África, por suspeita de tráfico de drogas foram soltos na tarde desta quinta-feira (07). Agora, Daniel Guerra, Rodrigo Dantas e Daniel Dantas vão responder o processo em liberdade. Os três foram detidos em 2017, após ser encontrada uma tonelada de cocaína em um barco que eles estavam levando para Portugal.

Em março do ano passado, eles foram condenados a 10 anos de prisão, mas durante os 18 meses que ficaram na cadeia alegaram inocência. A Polícia Federal do Brasil também atestou a inocência dos velejadores em uma investigação.

Relembre o caso

Três brasileiros foram contratados em agosto de 2017 para levar um veleiro de Salvador até o porto de Açores, em Portugal. O que eles não esperavam é que a embarcação estivesse carregada com mais de uma tonelada de cocaína.

Antes de chegar ao destino final, o veleiro com dois baianos, Rodrigo Dantas e Daniel Guerra, além do gaúcho Daniel Dantas, e ainda o capitão do barco, Olivier Thomas, natural da França, passou por uma inspeção na Ilha de Mindelo, em Cabo Verde, na África, onde foi encontrada uma tonelada de cocaína.

Familiares e amigos lançaram um abaixo-assinado na internet, informando que os velejadores foram contratados por uma empresa com sede na Holanda, para transportar um veleiro de 72 pés de comprimento até Portugal. De acordo com a petição online, a droga estava escondida sob placas de aço soldada ao casco e revestidas com cimento.

“Os tripulantes obviamente desconheciam [a existência da droga], por ela estar localizada embaixo dos tanques de água e revestida com cimento e placas de aço. […] Os velejadores embarcaram movidos pelo sonho de realizarem a travessia do Atlântico e adquirirem experiência, mas a viagem se tornou um pesadelo”, diz o texto do abaixo-assinado.

A embarcação pertence ao inglês George Fox, que foi apresentado aos brasileiros somente instantes antes da viagem. De acordo com os familiares dos baianos, Fox está sendo procurado pela Interpol.

Por: Varela Notícias
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados - 1 usuários online - Páginas visitadas hoje: 0