Terça, 15 de Outubro de 2019
INTERIOR DA BAHIA
Menino morto por bala perdida estava brincando de esconde-esconde na porta de casa
Imagem: Reprodução
Publicado em 15/03/2019

O menino que foi morto após ser atingido por uma bala perdida estava brincando de esconde-esconde com dois amigos, em Camaçari, na região metropolitana de Salvador, na noite de quinta-feira (14). Em entrevista à TV Bahia, o pai de Hebert Filipe Silva Souza, de 11 anos, o motorista José Carlos Souza, afirmou que estava trabalhando em Aracaju, mas viajou para Salvador assim que ficou sabendo que o filho foi ferido.

“A rua só de gente de bem. Não tinha medo porque ele estava na porta de casa. Não é possível que uma criança não possa brincar na porta de casa? Que segurança nós temos nesse país? Nossos impostos, os que nós pagamos, para ter essa segurança? É segurança isso aí? Estamos em um país em que os pais estão enterrando os filhos e não ao contrário, como deveria ser”, afirmou.

Após ser ferido, o menino foi socorrido pelos policiais para o Hospital Geral de Camaçari, mas não resistiu e morreu.

Segundo informações da assessoria do governo do estado (Secom), teria acontecido uma troca de tiros entre policiais e adolescentes que tinham fugido da Comunidade de Acolhimento Socioeducativo (Case). Na ação, ao menos 16 internos fugiram e 11 foram recapturados. A versão, contudo, é contestada pelos moradores, que alegam não terem ouvido trocas de tiros.

Por: Varela Notícias
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados