Segunda, 20 de Maio de 2019
privatização
Bolsonaro avalia vender a Petrobras e privatizar os Correios
Imagem: Reprodução
Publicado em 19/04/2019

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) entrou na lista de privatização do governo Bolsonaro. O próprio presidente da República já autorizou a operação.

Em entrevista na estreia do programa Central da GloboNews, na noite de quarta-feira (17), o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro havia incluído uma nova empresa no programa de privatização.

"Tem empresas que vão ser privatizadas que vocês nem suspeitam ainda", afirmou.

Instado a revelar o nome da estatal, Paulo Guedes preferiu não dizer, argumentando que ainda falta definir exatamente como será feita a venda.

Outra estatal na mira do presidente é a Petrobras, responsável por quase 90% de todo óleo e gás produzido no país.

Ao blog da jornalista Natuza Nery, Bolsonaro deu indícios da movimentação que pretende fazer. O presidente afirmou que tem uma “simpatia inicial” pela venda. No entendimento dele, há uma contradição entre a defesa de um mercado livre e o monopólio da Petrobras. A declaração foi dada nessa quinta-feira (18/04/19).

Nas últimas reuniões da equipe econômica, o assunto tem aparecido de forma superficial. Após interferência do Planalto no reajuste do diesel e o risco de uma greve de caminhoneiros, o tema tende a ganhar mais força.

Nesta semana, em entrevista ao canal da GloboNews, o ministro da Economia confirmou a mudança de rumo de Bolsonaro. “O presidente me mandou um negócio assim: nos EUA, 60 bandeiras, no Brasil, uma bandeira só, da Petrobras. Acho que ele quis dizer alguma coisa”, comentou.

Por: Bocão News
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados - 1 usuários online - Páginas visitadas hoje: 0