Quarta, 18 de Setembro de 2019
Esporte
Após negociação, Neymar vai enfrentar Barcelona no tribunal
Imagem: Reprodução
Publicado em 05/09/2019

Apesar de não ter chegado a um acordo com o PSG para recontratar Neymar, 27, o Barcelona vai reencontrar o jogador brasileiro e seus representantes no próximo dia 27, na cidade catalã, onde as partes terão uma audiência devido a uma dívida reclamada pelo atleta.

No processo movido contra seu ex-clube, o camisa 10 da seleção brasileira cobra 40 milhões de euros (R$ 180 milhões), que seriam referentes ao pagamento de um bônus pela renovação de seu contrato com o time espanhol no penúltimo ano de vínculo do jogador com a equipe, em 2016.

De acordo com o CEO e diretor financeiro das empresas que administram a carreira de Neymar, o Barcelona pagou apenas uma parte da bonificação acordada quando o vínculo dele foi renovador até 2021.
"Ele tinha um contrato de cinco anos. No quarto ano, o Barcelona estender. Para isso, nós acertamos um bônus de 60 milhões de euros. O Barcelona pagou 20 milhões (R$ 90 milhões) e aí, quando ele saiu [para o PSG], eles não pagaram os 40 milhões restantes", disse Bezerra à Folha. Ainda segundo ele, o valor com juros e correções chegaria a 50 milhões (R$ 225 milhões).

O diretor financeiro contou, ainda, que acompanhou à distância a tentativa do Barcelona de recontratar Neymar. Como os clubes não chegaram a um acordo, ele não chegou a ser chamado para ir à Europa discutir com os espanhóis um novo contrato.

"Eu tenho até dúvidas se, de fato, chegou a ter uma proposta no papel. Eu, sinceramente, não sei porque não estava lá. Quem cuida é o Seu Neymar. Vou saber se teve ou não na semana que vem, porque vou viajar para lá. No dia 27, nós teremos a audiência."

Para Bezerra, uma negociação dessa complexidade dificilmente poderia ser concluída nos últimos dias da janela de transferência, que fechou na segunda-feira (2). "Em nenhum momento eles me chamaram para falar sobre nada", assegurou.

Segundo o jornal As, da Espanha, o Barcelona também entrou com uma ação contra Neymar, pedindo 75 milhões de euros (R$ 338 milhões). O clube alegou a quebra de contrato do jogador e espera ser ressarcido com a quantia exigida na Justiça.

Ainda de acordo com a publicação espanhola, esse processo já foi adiado duas vezes. A primeira audiência deveria ter ocorrido em 31 de janeiro. A segunda tentativa, em 21 de março. Agora, está marcada para o dia 27 deste mês.

Por: Folhapress
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados