Sexta, 18 de Setembro de 2020
Justiça
Carceragem da delegacia de Ribeira do Pombal continua interditada, decide TJ-BA
Imagem: Reprodução
Publicado em 10/08/2020

presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), desembargador Lourival Trindade, negou um pedido de suspensão de liminar feito pelo Estado e manteve a interdição da carceragem da delegacia de Ribeira do Pombal. Essa é a segunda vez que o poder público tenta reverter, sem sucesso, a decisão judicial. Em decisão de setembro do ano passado, o então presidente da Corte, desembargador Gesivaldo Britto, também indeferiu a suspensão da tutela de urgência concedida.

O argumento utilizado pelo Estado foi o de que a liminar coloca “em risco a ordem, a economia e a segurança públicas, porquanto importa em grave interferência na política de segurança pública do Estado, impondo restrições à gestão do Sistema Prisional, bem como obriga o Estado da Bahia a realizar contratações e compras sem qualquer previsão no orçamento disciplinadas por conformidade legislativa. Requer, ao final, a suspensão da execução da sentença em evidência.

Nesta oportunidade, o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), autor da ação, afirmou que a decisão liminar “apenas concretizou os princípios fundamentais relacionados à dignidade da pessoa humana, pugnando, finalmente, pelo indeferimento do pedido de suspensão da sentença”.

O presidente do TJ-BA seguiu o entendimento anterior da corte e negou a suspensão da liminar conferida, sob a justificativa de que o Estado não cumpriu os requisitos necessários à concessão do pedido. A decisão de Lourival Trindade foi publicada, nesta segunda-feira (10), no Diário de Justiça Eletrônico (DJe).

Por: Bocão news
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2020 © Todos os direitos reservados