Segunda, 26 de Outubro de 2020
Coronavírus
Bahia registra 693 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas
Imagem: Reprodução
Publicado em 13/10/2020

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 693 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,2%) e 1.342 curados (+0,4%), segundo boletim divulgado pela Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) no final da tarde desta terça-feira (13). Dos 327.327 casos confirmados desde o início da pandemia, 314.263 já são considerados curados e 5.876 encontram-se ativos. Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 661.822 casos descartados e 76.240 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça (13).

Na Bahia, 27.191 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 29 óbitos que ocorreram em diversas datas. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 7.188, representando uma letalidade de 2,20%. Dentre os óbitos, 55,93% ocorreram no sexo masculino e 44,07% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,13% corresponderam a parda, seguidos por branca com 17,39%, preta com 15,14%, amarela com 0,79%, indígena com 0,11% e não há informação em 12,44% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 72,20%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (75,32%).

Por: Bocão News
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2020 © Todos os direitos reservados