Quarta, 15 de Agosto de 2018
FIQUE SABENDO!
Municípios vão pagar R$ 1 Per capta para manter Policlínica De Alagoinhas
Imagem: Reprodução
Publicado em 08/06/2018

O município de Alagoinhas vai pagar mensalmente o equivalente a R$ 142 mil como parte de sua cota para manutenção do Consórcio Público Interfederativo de Saúde do Litoral Norte e Agreste Baiano. É o que determina o acordo selado entre os 20 municípios que se consorciaram para manutenção da Policlínica inaugurada hoje (8), em Alagoinhas, pelo governador Rui Costa (PT).

Cada município vai pagar o equivalente a R$ 1 per capta, ou seja, pelo número de Vanhabitantes de cada cidade.

É a sexta Policlínica inaugurada pelo Estado da Bahia, modelo que acredita ser uma saída para os principais problemas enfrentados pelos diversos municípios, principalmente os de pequeno porte, que enfrentam dificuldades para manter seus hospitais e unidades de saúde.

O governador Rui Costa apresentou para a imprensa, autoridades e convidados cada detalhe do equipamento.
A policlínica tem investimento total de mais de R$23 milhões, entre obras civis, equipamentos, mobiliários e 10 micro-ônibus que farão o transporte dos pacientes dos municípios da região, integrantes do Consórcio Público Interfederativo de Saúde do Litoral Norte e Agreste Baiano. A coletiva foi transmitida pela 93 FM e retransmitida por várias emissoras, sob o comando do radialista Marconi Willians.



“Eu digo com muito orgulho: pode existir uma clínica ou uma policlínica particular na Bahia igual a essa, mas melhor vocês não vão encontrar nenhuma, nem na infraestrutura, nem na quantidade de exames, nem na qualidade dos equipamentos. Eu sou grato aos prefeitos e prefeitas que aqui estão, que acreditaram nesta proposta. Até dezembro nós vamos ter 18 no estado e a Bahia vai se consolidando como a referência em investimento público na saúde”, declarou Rui sobre a estrutura da Policlínica.
Moradores de Acajutiba, Alagoinhas, Aporá, Araçás, Aramari, Cardeal da Silva, Catu, Crisópolis, Entre Rios, Esplanada, Inhambupe, Itanagra, Itapicuru, Jandaíra, Ouriçangas, Pedrão, Rio Real e Sátiro Dias serão atendidos na Policlínica, que oferece 18 especialidades médicas, exames como ressonância magnética, tomografia computadorizada, ultrassonografia, ecocardiografia, eletroencefalograma, endoscopia, colonoscopia, entre outros.

“A população agora vai ter de graça, pelo SUS, todos os exames que a saúde precisa, encaminhados a partir da saúde básica, dos postos de saúde e com atendimento com hora marcada”, afirmou o secretário de saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas. A unidade tem capacidade para realizar 450 procedimentos por dia, sendo 5560 exames por mês.

Assim como nas demais unidades, a manutenção da Policlínica de Saúde da região de Alagoinhas será custeada por meio da parceria entre os municípios, que assumem 60% dos custos mensais, e o Estado arca com o pagamento de 40% das despesas. Ainda neste semestre o Governo do Estado vai inaugurar duas novas unidades em Valença e Santo Antônio de Jesus. Outras sete policlínicas já receberam autorização para o início das obras civis e cinco equipamentos já estão em funcionamento em Teixeira de Freitas, Guanambi, Irecê, Jequié e Feira de Santana.



Profissionais de imprensa de toda região participaram da coletiva organizada pelo governo do estado.


Por: Gazeta dos municipios
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2018 © Todos os direitos reservados - 25 usuários online - Páginas visitadas hoje: 9743